Precisa de Ajuda?
Fale Conosco!

4 passos para montar um escritório de advocacia

Proportion
Categorias:Sem categoria

O empreendedorismo jurídico não é uma tarefa simples. Afinal, exige que os profissionais sejam dedicados, tenham comprometimento e um bom capital para estruturar o negócio. Por isso, é comum observar a seguinte dúvida: como abrir um escritório de advocacia?

Na maioria das vezes, a graduação em Direito não pode responder a essa pergunta. Com isso, muitos alunos saem da faculdade sem entender os elementos mais básicos de administração. Assim, muitos escritórios não sobrevivem ao mercado competitivo.

Antes de mais nada, você precisa, é claro, ser habilitado e estar regularizado junto à OAB. E sobre o capital necessário, ele varia de acordo com a região que você pretende abrir o escritório, os materiais que serão utilizados, entre outros fatores.

Pensando em te auxiliar nesse processo, preparamos uma lista com 4 passos que devem ser seguidos antes de montar um escritório de advocacia. Neste artigo, você verá dicas que são essenciais para o empreendedorismo jurídico. Confira!

Conheça os nossos cursos na área jurídica

Defina a sua área de atuação

Você já pensou em qual área de advocacia pretende trabalhar? Direito Ambiental? Civil? Penal? Bom, se ainda não, é fundamental começar a pensar nisso agora mesmo! Essa é uma decisão que vai desmembrar todas as etapas de abertura do seu escritório.

Para isso, certifique-se de estar a par de todas as suas opções: pesquise e entenda melhor a respeito de cada uma das áreas jurídicas antes de tomar uma decisão.

Dessa forma, os próximos passos serão realizados de maneira assertiva, como encontrar um cabeamento estruturado.

Estude sobre o mercado atual

É comum observar que a grande parte dos advogados recém-formados tende a estudar o mercado primeiro e depois escolher a área mais vantajosa. No entanto, o campo mais promissor no momento pode mudar e não ser mais tão lucrativo amanhã.

Por isso, depois de definir o seu ramo de atuação, analise o mercado para entender e considerar os efeitos de oferta e demanda voltados à advocacia. Isso porque a advocacia é um serviço, então leve isso em conta!

Planeje as finanças do seu escritório

Outro passo fundamental é planejar as finanças do seu escritório. Afinal, se é importante entender os elementos básicos de administração, também é fundamental conhecer as melhores maneiras de organizar as finanças. Fique atento aos seguintes aspectos:

  • Saiba fazer o adiantamento e reembolsos de custas;
  • Faça a gestão de cancelamento de contratos e faturas, como filtro de ar;
  • Fique atento a honorários de sucumbência e ganhos de causas;
  • Acompanhe os indicadores do seu negócio.

Defina a localização do seu escritório

Por último, e não menos importante, definir a localização do seu escritório é fundamental para que clientes e funcionários cheguem o local de maneira simples, ou seja, sem grandes esforços.

Para isso, você pode escolher grandes centros urbanos ou mesmo inserir o seu escritório em um local que tenha estabelecimentos por perto, como correios, empresas, quiosque de madeira, instituições financeiras, entre outros.

Além disso, veja se o local tenha um bom serviço de Valet e o fácil acesso a pontos de ônibus, metrô e estações de trem.

Consultor,
Marcus Vinicius Tatagiba

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments